quinta-feira, 12 de julho de 2012

Respeito

Um comentário:

Luís/a disse...

Carnaval não é atentado violento ao pudor, mas tirar a roupa na parada gay é né?! Muito cuidado na hora de relacionar "desacato e aliciamento" com "promiscuidade". Promíscuo é alguém que não segue os códigos e conduta moral autorizados. Nessa linha de pensamento,todos os homossexuais são promíscuos, tirando a roupa em público e fazendo baphão ou não. Será que realmente vale a pena a comunidade LGBT Queer assumir uma postura moralista do tipo "Pode ser gay, só não fica aparentando muito..." Será que muitas da atitude de evidenciar o "gay" ou chocar as pessoas tirando a roupa e quebrando tudo no meio da rua não é uma forma de RESISTÊNCIA E EMPODERAMENTO, será que isso não é dizer: SOU GAY, NÃO TENHO VERGONHA DISSO, NÃO VOU ENGOLIR SE MORALISMO MACHISTA, SEXISTA E HETEROSSEXUAL E OLHA EU AQUI BEM BONITA CAUSANDO NO MEIO DA RUA! Eu super apoio a causa, temos que sair definitivamente do armário nos recusando a pensar dessa forma como esse cartaz nos induz.Não estou dizendo que todos DEVEM ser da quebração, mas que a comunidade LGBT Queer, não deve, JAMAIS, condenar quem assim o faz. VIVA A QUEBRAÇÃO, OS DESCLASSIFICADOS E PROMÍSCUOS!Viva a liberdade, abaixo o falso moralismo machista, cristão e heterossexual!