sábado, 6 de agosto de 2011

Reportagem "Kit gay causa polêmica no Brasil"

Olá a todas.

Eu li uma reportagem de um jornal local falando sobre o kit gay, eu não dei minha opinião na época, mas resolvi dar agora. Nesta infeliz reportagem li comentários de 3 pessoas diferentes.

Um estudante de 19 anos que dizia não ter preconceito, mas não queria ter um filho homossexual.

De uma professora que dizia que o Kit agredia a família e que o governo deveria gastar o dinheiro público com deficiências na educação mais importantes.

E por último...

Um diretor que dizia que o Kit Gay era uma afronta a família, que na escola onde ele trabalhava não havia preconceito, mas que ele não iria colocar tal kit em circulação pelo o fato do kit incentivar a prática homossexual.

Gostaria de colocar aqui toda a reportagem, mas fui tomada pela ira e destrui o jornal.
Tomada pela minha raiva eu decidi mandar um e-mail para o jornal demostrando minha opinião sobre a reportagem. Vocês podem ler meu e-mail logo abaixo.




Boa noite,

Vim através desse e-mail expressar minha opinião sobre a matéria "Kit gay causa polêmica no Brasil".

Mas antes gostaria de esclarecer um termo que foi dito erroneamente por todos os entrevistados.

Opção Sexual.

Opção sexual?...Isso não existe, ninguém opina se gay, ninguém escolhe ser gay. Quem em sã consciência escolheria sofrer preconceito? Quem escolheria não poder andar de mãos dadas com quem se ama? Homossexualismo é uma condição, não uma opção.

Sobre o tema.

Eu sou contra o Kit gay, por que isso só faz com que as pessoas nos agridam mais, só nos obriga a ler uma frase dizendo que o tema agride a família, que afronta a família.
Só faz as pessoas pensaram como seria péssimo ter um filho homossexual. Quem deveria se sentir mal são os filhos por terem pais que preferem conservar sua imagem a ver seu filho feliz.

Esse kit não deveria ser entregue nas escolas, deveria ser entregues nas mãos dos pais, dos professores. As pessoas não nascem preconceituosas. Para evitar o Bulling, deveríamos educar os adultos. Deveríamos educar professores e diretores que dizem não ter preconceito, mas que não aceitam uma mudança de atitude. A professora Viviane Gomes de Matos acha que a educação tem inúmeras deficiências, eu concordo totalmente com ela. Mas gostaria de lembrar que o tema não deveria ser tratado como um problema de educação e sim como um problema de cidadania. O Kit não surgiu para educar e sim para conscientizar. Volto a dizer, sou contra o Kit gay, ele trouxe hipocrisia, ele trouxe frases como, "Não tenho preconceito, mas não vou orientar meu filho a ser mais tolerante com as divergências.". Achei o Kit mal elaborado, em um país onde o preconceito hipócrita predomina, o tema deveria ter sido abordado de uma forma mais suave. Infelizmente temos que aceitar que a nossa condição sexual é menos importante que nosso respeito e caráter.

 Rafaela


Não tive resposta desse e-mail, mas isso eu já esperava.

 Deixo aqui minha opiniao sobre o tema.

4 comentários:

Patricia disse...

Realmente, essa "Opção Sexual" parece que não sai da cabeça do povo. Parece que escolhemos isso, não poder fazer nada. Mas sinceramente, quanto mais conheço os homens e vejo suas atitudes perante as mulheres é que me sinto ORGULHOSA em namorar uma mulher (apesar de todas as dificuldades, afinal, não somos nem um pouco fáceis).
Mas acho que o governo errou muito na criação desse kit e acima de tudo na não punição pelas claras demonstrações de preconceito que partiam diretamente dos parlamentares. Em uma país que tanto se diz liberal, as falhas no sistema são grandes. Moramos em um país estupidamente conservador e ainda por cima machista! Convenhamos, ser gay não é novidade, a muitos anos atrás, um homem se relacionar com outro era comum, mulheres se relacionarem entre si também. Quando a Igreja entrou na jogada as coisas ficaram feias, porque a busca principal das igrejas é na punição de nossos pecados, portanto, cortar tudo o que nos dá prazer é de praxe. O que é que respondem contra os gays sempre? "É Pecado".
Conheço muitos gays religiosos, mas eu confesso ter perdido essa fé, tendo em vista os pedófilos que são vistos como santidades, criminosos com papel de pastores e os ladrões da Igreja Universal.
Infelizmente, o respeito é difícil de conquistar, as pessoas se preocupam mais para quem você está dando do que olhar para quem elas estão dando. Muito fácil criticar alguém de fora, quando dentro da sua vida você é um fracassado. O Brasil ainda anda para trás e vai continuar andando por um bom tempo.
Quando fui a Europa, pude andar de mãos dadas, beijar em plena rua movimentada e sentar de forma romântica em um restaurante. Poderia andar nua na rua que ninguém iria olhar, pois a vida do outro lá, pouco interessa, a fofoca aqui é a principal característica do Brasileiro.
Lamento muito, se até Dilma que claramente é homossexual ou bissexual esteja entrando em parafusos. Mas azar o dela, querer fazer pose de mulher sem evolução e bancar a hétero. Mas em outros meios, estou orgulhosa do que ela anda fazendo pelo Brasil, assim a merda que Lula jogou pra baixo do tapete começa a ser arrumada. Mas alguns vacilos são feitos.
Outra coisa, a Globo se mostra tão preconceituosa e planta essa nojeira na cabeça das pessoas. É muito fácil enfiar um casal gay na novela, tendo em vista a quantidade de homossexuais no Brasil, mas é muito difícil permitir que se beijem, mas fácil mostrar uma morte tão violenta. Beijar um gay não pode, mas matar ele pode? Belo exemplo!!!!! Enquanto isso os casais héteros apresentam quase um filme pornô em plena novela das 18, das 19 e das 20!!!

Brasil é um circo... ¬¬ perdão meu comentário extenso!!!!

Sleepy disse...

Em Portugal o nosso governo nem pensa no homossexualismo nem na homofobia! Por um lado ainda bem porque algumas pessoas vamos descobrindo que a homossexualidade não é nenhum bicho de 7 cabeças por outro lado em muitas famílias os filhos não são educados para aceitarem as diferenças das outras pessoas.

Tive a sorte de ter vários professores que educam os seus alunos para se livrarem dos preconceitos e crescerem com a mente aberta.

Uma vez disseram-me:
"O preconceito é pura falta de cultura e de amor ao próximo"
Tinha 10 anos quando me disseram isto e cresci lutando contra o preconceito dizendo aos outros esta mesma frase...

rafaela x disse...

Eu concordo com tudo que você colocou. Eu vi o material na internet, achei ridiculo a maneira que eles abordaram esse tema para crianças e adolescente. Hoje eu vejo que é bem mais fácil passar na televisão uma cena de criminosos agredirem e matarem um homosessual do que mostra um beijo gay.

Rafaela X.

Cah disse...

Tudo o q aparece na TV, eh pq o povo qr ver, se a maior parte dos brasileiros quisesse ver beijo gay, ele aconteceria. N eh por nada n, ms a tv eh feita de ibope, eh a msma coisa com a dificuldade de ver novelas com personagens negros como centrais da trama. O preconceito existe, e n acho q adianta apontar o dedo pra globo, pro governo, ou outro meio qlquer. O Brasil eh um pais super contraditorio, e n falta cultura aqui, apenas eh uma diferente dos paises da europa ou outro qlquer q seja.
Tbm sou contra os videos, acho q eh algo desnecessario, e q trarah mais problemas do q soluções.