quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Querido Diário,

hoje parece que tudo mudou, parece que tudo se transformou. parece aquela florzinha que ta alí a um tempão e que derepente brotou, se abriu, linda e viva.
só ela me afoga e só ela que me traz à tona para respirar...



como sempre, eu hoje amo ela mais ainda. hoje tou tao feliz, mas tao feliz...
todos os dias falamos por telefone ate as 4 da manha, quase 5... ate mesmo naqueles minutos de silencio em que nenhuma das duas fala nada... em que so ouço a respiração dela ... é tão bom, as vezes fecho os olhos e parece que ela esta mesmo alí, bem pertinho de mim. não trocaria essas horas por nada. mas atenção... nao namoramos ainda.. combinamos chamar de: "tamos indo, mas ta correndo bem.." a verdade é que ja é namorico mesmo. igualzinho aquele da primeira vez a quase dois anos atras, mas nao queremos admitir só pra dar mais intensidade, as vezes tem o seu charme se fazer de durona.... pusha, como o tempo passa e tanta coisa aconteceu. e ainda estamos aqui.. por isso que hoje tive me perguntando quase o dia todo sobre uma coisa... a verdade é que quando a gente ama, a gente sempre diz e pensa: 'nossa... vai ser pra sempre, é o amor da minha vida'. mas a pergunta é: como é que se sabe? como é que a gente sabe que realmente vai ser pra sempre, um pra sempre desconhecido.. porque o suposto é nao acabar, nao ter fim...
mas como a gente sabe?

pois é. nem eu sei. mas na hora o meu coração me dá a entender isso. que é para sempre. porque é um amor tão forte, que como costumo dizer: depois de tanta tempestade, nasce o arco-iris.

mas derepente eu me deparo com tantos exemplos.. vejo, conheço e ouço casos de pessoas que se amavam mesmo, mas que depois de tantos anos, se separam ou simplesmente acaba. mesmo que nao se esqueça uma a outra. acaba.
a verdade é que tambem, numa relação o amor só não chega. o respeito, carinho, compreensão, isso tudo controi uma relação e parece que faz a gente amar mais ainda. mas mesmo que esses outros factores se percam, eu me deparo com outra coisa: que mesmo que acabe, ele esta sempre lá: o amor.

uma vez ouvi uma fala do Ashton Kutcher num filme que nao me lembro.... mas dizia: "O amor é o unico evento que sobrou no mundo". e é verdade. ele esta sempre lá. seja pela guerra, ou paz, ele esta lá. ele faz a gente morrer, mas tambem nos dá vida. ele faz chorar, mas tambem faz sorrir.

por isso que devia ser inventado o estado de humor: 'amando'. quando alguem ta bravo,ta bem, ta mal ou com sono, ou chateado, ou com fome.. a gente sabe todos esses estados e os seus nomes.. mas agora quando a gente vê alguem sorrindo de uma orelha até a outra, cantarolando pelos cantos, fazendo palhaçada com todo o mundo, rindo pro computador quando recebe aquele email e quando logo pela manha diz a famosa frase: "nossa, como o dia ta lindo hoje, né?" (mesmo que esteja caindo um toró) , alguem pergunta: "oi tudo bem, como vc ta hoje?" e a pessoa resposta: " oi ta tudo optimo, eu estou amando obrigada "

mas... quando a gente ve alguem, triste, chorando, que ate pelas lagrimas a gente ve que é um estado diferente, que é uma dor diferente, quando a gente ve alguem realmente mal... se agarrando a lembranças, ou tentando esquecer, se a gente vê alguem mal-disposto porque acabou de ter aquela discussão por telefone e correr pro quarto pra chorar... alguem pergunta: "nossa, que que voce tem?" e a pessoa responde: " oi... tô amando."

mas para concluir a minha pergunta la de cima.. 'como é que eu sei que eu e ela vamos ser para sempre?' pois é eu nao sei. mas quero que seja... mas mesmo assim eu nao sei..
só quero acordar e viver o dia de hoje com ela. dormir e ela ainda permanecer ali. mas no dia seguinte acordar e ela ainda estiver la, acho que é por isso que a gente vai ganhando esperanças: o facto da pessoa que a gente ama continuar ali, pra voce, com voce e pra seguir com voce..... e assim por diante. amar todo o dia. e todo dia, amar mais.
por isso que doi tanto quando a gente acorda e nao estiver mais ali, por isso que é um choque muito grande, por isso que doi tanto quando se vai, ou simplesmente acaba.
por isso vamos sorrir, vamos chorar, mas beijar muito na boca, vamos passear bastante, vamos abraçar bem apertado, vamos sentir saudades, vamos amar. hoje ... com a esperança que ele esteja lá amanha de novo.


nada durará para sempre, mas nós merecemos o amanha e o depois e o depois e o depois, meu anjo.

com amor, Lu.

Nenhum comentário: